quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Apostila Técnico Administrativo Concurso DPE SC 2018

Saiu o edital para concurso público da Defensoria Pública de Santa Catarina. São 12 Vagas e as inscrições já estão abertas! Este é o segundo concurso da história do órgão.

 CONCURSO PÚBLICO
06 vagas + formação de cadastro reserva
Salários de R$ 2.400,00
Inscrições até 21 de dezembro de 2017
Valor da inscrição é de R$ 80,00
Prova em 27 de janeiro de 2018 (Técnico)
Prova em 28 de janeiro de 2018 (Analista)

Edital para download

A 24 anos preparando os melhores materiais destinados à sua preparação Apostilas OpçãoO preparo antecipado possibilitará a obtenção de um emprego com estabilidade e bom salário. Insista, persista, mas nunca desista porque um dia você conquista!

Atualizada de acordo com o edital!
Conteúdo da Apostila:
- Língua Portuguesa
- Noções de Informática
- Noções de Contabilidade Pública
- Noções de Administração Pública
- Raciocínio Lógico
- Noções de Direito Civil e Direito Processual Civil
- Noções de Direito Penal e Direito Processual Penal
- Noções de Direito Constitucional
- Noções de Direito Administrativo
- Legislação Institucional da DPE-SC





A Defensoria Pública do Estado de Santa Catarina (DPE SC 2018) abriu concurso público com 12 vagas para profissionais de nível médio e superior. Os profissionais que forem admitidos vão receber salários de R$ 4.200,00 e R$ 2.400,00, respectivamente, além de R$ 800,00 referente ao vale-alimentação, jornada de 40h semanais.
Há oportunidades para Analista Técnico (6) e Técnico Administrativo (6), distribuídas nas regiões de Grande Florianópolis, Norte, Oeste, Serrana, Sul e Vale do Itajaí.

Etapas do concurso

– Prova Teórico-objetiva para todos os cargos;
– Prova de Redação para todos os candidatos ao cargo de Técnico Administrativo (Somente serão corrigidas as Provas de Redação dos candidatos aprovados na Prova Teórico-objetiva);
– Prova Discursiva para todos os candidatos ao cargo de Analista Técnico (Somente serão corrigidas as Provas Discursivas dos candidatos aprovados na Prova Teórico-objetiva); e
– Prova de Títulos para os candidatos classificados na Prova Teórico-objetiva, Redação ou Discursiva.
Inscrição
Os interessados poderão se inscrever entre 21 de novembro e 21 de dezembro de 2017, no endereço eletrônico oficial da organizadora do certame (www.fundatec.org.br). A taxa de inscrição custará R$ 140,00 para Nível Superior Completo - Analista Técnico e R$ 80,00 para Nível Médio Completo - Técnico Administrativo. O boleto poderá ser pago até 22 de dezembro de 2017.
Prova
O concurso terá etapas de prova objetiva e prova de títulos para os dois cargos, mais redação para o cargo de nível médio e prova discursiva para nível superior. A prova objetiva terá 70 questões para os candidatos do cargo de Analista Técnico e 80 questões para a carreira de nível médio.
As provas ocorrerão no dia 27 de janeiro de 2018, com duração de 4h30min para o cargo de Técnico Administrativo e no dia 28 de janeiro, com duração de 4 horas, para Analista. Os gabaritos sairão no dia 29 de janeiro e os resultados da prova objetiva estão previstos para 20 de fevereiro.
Atribuições dos cargos
Analista Técnico: 1. Prestar assistência jurídica aos Defensores Públicos; 2. Executar tarefas que envolvam apoio no processamento de processos judiciais e administrativos; 3. Oferecer manifestação aos Defensores Públicos sobre matéria a ele encaminhada; 4. Propor diligências e requisições; 5. Participar de comissões e grupos de trabalho, quando designados; 6. Coletar e registrar informações no sistema de automação judiciário; 7. Realizar ou auxiliar no atendimento dos usuários dos serviços da Defensoria Pública; 8. Efetuar as atribuições necessárias ao suporte aos Defensores Públicos, sempre que solicitados; e 9. Exercer outras atribuições previstas em lei, ato normativo ou inerentes ao cargo.
Técnico Administrativo:
1. Prestar assistência administrativa aos Defensores Públicos; 2. Executar tarefas que envolvam apoio no processamento de processos judiciais e administrativos; 3. Realizar ou auxiliar no atendimento dos usuários dos serviços da Defensoria Pública; 4. Propor diligências e requisições; 5. Participar de comissões e grupos de trabalho, quando designados; 6. Coletar e registrar informações no sistema de automação judiciário; 7. Prestar as informações necessárias aos Defensores Públicos, quando solicitadas; 8. Efetuar as atribuições necessárias ao suporte aos Defensores Públicos, sempre que solicitadas; 9. Realizar as diversas atividades de cunho administrativo, como atendimento telefônico e por e-mail, organização de malotes e da correspondência, dentre outras; 10. Atuar nas gerencias e secretarias, quando designado, praticando os atos inerentes à atividade do setor; e 11. Exercer outras atribuições previstas em lei, ato normativo ou inerentes ao cargo.
Concurso DPE SC 2018. Insista, persista, mas nunca desista porque um dia você conquista!

Nenhum comentário:

Postar um comentário