quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Apostila Concurso CBMEPI 2017 SOLDADO BM

O Corpo de Bombeiros Militar do estado do Piauí (CBMEPI) lançou edital com normas para realização de um novo concurso público que servirá para preencher 110 vagas, sendo 100 para homens e 10 para mulheres no curso de formação de Soldado. A nova seleção é retificadora do concurso de 2014, que foi suspenso.
O cargo de soldado exige ensino médio completo e idade entre 18 e 30 anos até a data de matrícula no curso de formação. A remuneração inicial dos Soldados Bombeiros no Piauí é de R$ 3.100,00.
As inscrições serão realizadas no endereço eletrônico da NUCEPE, nucepe.uespi.br, no período de 18 de setembro de 2017 a 06 de outubro de 2017. A taxa de inscrição é de R$ 70,00.
A prova está prevista para ser realizada no dia 19 de novembro de 2017, na cidade de Teresina.
Conhecimentos Gerais
- Língua Portuguesa
- Matemática
- Química
- Física
- Noções de Informática


Conhecimentos Específicos

- Legislação Institucional

- Noções de Direito



Este concurso dos Bombeiros/PI 2017 é o primeiro após o último certame anulado. Quando foi anunciado, o major Veloso lamentou o concurso anulado no começo deste ano. “Infelizmente, nós tivemos uma situação desagradável que foi a constatação da fraude. Pessoas fizeram o concurso, fraudaram, chegaram a fazer o curso junto ao Corpo de Bombeiros. Entretanto, eles entraram de maneira viciada e o Corpo de Bombeiros não poderia permitir isso”, frisou Veloso.

Ainda de acordo com o major, há um fluxo natural de entrada e saída de profissionais dos Bombeiros do Piauí, muito decorrente de aposentadorias. “O concurso anulado inclusive está gerando transtorno e prejuízo extremo ao Corpo de Bombeiros porque há um fluxo, as pessoa se aposentam, eu tenho uma saída natural e eu preciso ter uma entrada, que foi interrompida. Apesar de aproveitar alguns candidatos, será aberto novas inscrições quem quiser participar poderá fazer o concurso. Vai ser um recomeço. Isso para soldado”, disse o major, que ainda falou de 10 oficiais e 02 engenheiros que estão com o curso de formação em andamento e que deverão reforçar o quadro da corporação ainda em 2017.
O secretário de administração, Franzé Silva, afirmou que o certame divulgado anteriormente foi cancelado devido à constatação da fraude detectada no inquérito policial instaurado pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), por meio da Operação Vigiles. “No mesmo certame foram ofertadas vagas para oficiais, mas não houve indícios de fraudes, então, permanecem válidas. Já o parecer do Greco comprovou que um grupo de candidatos para as vagas de soldados estava envolvido em atos ilícitos relacionados ao concurso”, disse.
Os candidatos classificados chegaram a fazer a primeira etapa da formação do curso. “Mas não tínhamos como dar continuidade no processo até a contratação, sendo que havia uma investigação a respeito de fraude. Eles já estavam fazendo treinamento, mas teve que ser suspenso”, frisou.

Bons Estudos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário