Não encontrou a sua apostila? Faça uma Busca!

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Baixar Apostila Digital Concurso IPSEMG 2015 TÉCNICO EM ENFERMAGEM Download + Legislação Institucional

Apostila para concurso público Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (IPSEMG), para cargo de: Técnico em Enfermagem. São 512, sendo 47 para pessoas com deficiência, com salário inicial de R$ 1.183,74 (um mil cento e oitenta e três reais e setenta e quatro centavos) com jornada de trabalho por 40 horas semanais.

 Técnico em Enfermagem
Técnico em Farmácia
Técnico em Saúde Bucal
Técnico de Segurança do trabalho
Técnico em Patologia Clínica
Técnico de Radiologia
Técnico de Seguridade Social
Analista de Seguridade Social

Língua Portuguesa
Informática
Legislação Institucional
Conhecimentos específicos
Legislação Institucional
ANALISTA DE SEGURIDADE SOCIAL
Administração ou Tecnologia em Gestão Pública ou Ciências Contábeis ou Direito ou Ciências Econômicas ou Estatística ou Ciências Atuariais ou Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos ou Biblioteconomia
Tecnologia da Informação e Comunicação ou Ciência da Computação ou Tecnologia em Banco de Dados ou Sistema de Informação ou Engenharia da Computação ou Tecnologia em Redes de Computadores
Direito
Comunicação Social (Jornalismo, Publicidade ou Propaganda)
Enfermagem
Psicologia
Arquitetura e Urbanismo ou Engenharia Civil ou Engenharia Elétrica
Engenharia de Segurança do Trabalho
Farmácia
Bioquímica
Odontologia, com especialização em Cirurgia e Traumatologia buco-maxilo faciais ou prótese dentária ou odontologia para pacientes com necessidades especiais
Fonoaudiologia
Terapia Ocupacional
Nutrição
Tecnologia em Gestão Ambiental ou Tecnologia em Gestão Hospitalar ou Tecnologia em Gestão da Qualidade
Fisioterapia
Assistência Social

 TECNICO EM ENFERMAGEM

Técnicas de enfermagem para execução de cuidados à saúde na baixa, média e alta complexidade; Assepsia, Antissepsia, Esterilização e Desinfecção; Preparo e acondicionamento de artigos e materiais utilizados na prestação da assistência; Necessidades básicas do paciente; Sistematização da Assistência de Enfermagem; Trabalho em equipe multidisciplinar; Noções de farmacologia incluindo cálculo de medicamentos, vias de administração e técnicas para administração de medicamentos a pacientes internados e ambulatoriais; Noções de microbiologia, resistência microbiana e uso racional de antimicrobianos; Noções do Programa Nacional de Imunização; Cuidados de enfermagem nas afecções respiratórias, endócrinas, cardiovasculares, gastrointestinais, urológicas, neurológicas, musculoesqueléticas e de pele em situações críticas ou não, nas diversas faixas etárias; Preparo de pacientes para procedimentos cirúrgicos, tratamentos diversos e exames diagnósticos de baixa, média e alta complexidade; Atendimento ao paciente com Trauma Crânio Encefálico, Politraumatizado e em Parada Cardiorrespiratória, nas diversas unidades hospitalares e ambulatoriais quer seja em situações de urgência ou em terapias intensivas; Ética profissional.

Referências Bibliográficas

BRASIL, MINISTÉRIO DA SAÚDE. Processamento de artigos e superfícies em estabelecimento de saúde. Brasília, 1994.

BRASIL. Conselho Federal de Enfermagem - COFEN. Resolução COFEN-311/2007: Aprova o Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem e dá outras providências. Rio de Janeiro, 2000.

BRASIL. Conselho Federal de Enfermagem. Resolução COFEN-358/2009. Dispõe sobre a Sistematização da Assistência de Enfermagem e a implementação do Processo de Enfermagem em ambientes, públicos ou privados, em que ocorre o cuidado profissional de Enfermagem, e dá outras providências. Brasília, 2009.

BRASIL. Diário Oficial da União. Decreto Lei 94.406/87, de 08 de Junho de 1987. Regulamenta a Lei 7.498, de 25 de Junho de 1986.

BRASIL. Lei nº8080 de 19 de setembro de 1990.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria 2616 de 12 de maio de 1998. Regulamenta as ações de controle de infecção no Brasil. Publicado no Diário Oficial da União.

BRUNNER, L.S.; SMELTZER, S.C; SUDDARTH, D.S. Brunner e Suddart. Tratado de Enfermagem médico cirúrgica. 11 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2009.

DAVID, C.M. et al. Terapia nutricional no paciente grave. Rio de Janeiro: Revinter, 2001.

KOCH, M.R. et al. Técnicas básicas de enfermagem. 24. ed. Curitiba: Editora Florence, 2007.

LOWDERMILK, D. L PERRY, S. E; BOBAK, I.M. O cuidado em Enfermagem materna. 5ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2002.

OLIVEIRA, A.C. Infecções hospitalares: epidemiologia, prevenção e controle. Rio de Janeiro: Guanabara koogan, 2005.

PHILLIPS, L.D. Manual de terapia intravenosa. 2ºed. Porto Alegre: Artmed, 2001.

POSSARI, J.F. Prontuário do paciente e os registros de enfermagem. São Paulo: Ed. Iátria, 2005.

POTTER, P. A.; PERRY, A. G. Grande tratado de enfermagem: prática clínica e prática hospitalar. 5 ed. São Paulo: Guanabara Koogan. 2004.

ROUQUARIOL, Maria Zélia; ALMEIDA Fº, Naomar. Epidemiologia e Saúde. Editora Medici. 6ª edição, Editora Guanabara Koogan, 2009. Capítulo XVIII, pp 431 - 456.

SCHMITZ, E.M.R. A enfermagem em pediatria e puericultura. São Paulo: Atheneu, 2000.

SILVA, M. T.; SILVA, S.R. L.P.T. Cálculo e administração de medicamentos na enfermagem. 3. ed. São Paulo: Martinari, 2011

WONG, D.L. Enfermagem pediátrica: elementos essenciais à intervenção efetiva. 5ºed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1997.






Excelente Apostila








Nenhum comentário:

Postar um comentário